Resenha: "Divergente" - Veronica Roth


Divergente

Autor: Veronica Roth
Editora: Rocco
Páginas: 502
Ano: 2012
Sinopse: Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto.
A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é.
E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.




Divergente, foi um livro que li de última hora. Tudo porque o livro das Crônicas de Gelo e Fogo não chegava (nunca mais compro online pela Saraiva!).
MAS, foi a melhor coisa que me aconteceu. Eu ainda não havia assistido ao filme – sabia que ia ler então decidi ler primeiro, pra depois ver o resultado nas telinhas.
Divergente foi uma surpresa, eu até me surpreendi com a rapidez que devorei o livro. A história me prendeu do começo ao fim e estou com dor no coração, porque ainda não li a frequência! Tudo por falta de tempo e claro, a fila de livros está grande hahaha Mas até o fim do ano – se Deus quiser, haha – eu leio a trilogia!

Divergente, conta a história de Beatrice Prior, uma garota de 16 anos, que vivi em uma Chicago futurista onde é dividida em 5 cinco facções, cada uma delas com deveres na sociedade e costumes: a Abnegação, a Amizade, a Audácia, a Franqueza e a Erudição.
Beatrice vive na Abnegação juntamente com a sua família. A Abnegação, nada mais é, que uma facção altruísta, que sempre pensa e ajuda ao próximo antes de si mesmo e não tem vaidade alguma.

“Os testes não precisam mudar nossas escolhas.”

 Todos os jovens aos 16 anos, devem passar por um teste de aptidão – como um teste vocacional –, onde eles escolhem se continuam em sua facção com as suas famílias ou mudam para uma nova vida.
Em seu teste, Beatrice acaba passando em três facções: Abnegação (os altruístas), Audácia (os corajosos, que pode se dizer, que seriam “policias”, que protegem a cidade) e Erudição (os inteligentes, os advogados da vida haha).
O teste é aplicado por Tori, membra da Audácia, que acaba alertando Beatrice de que seu teste foi inconclusivo, ou seja, ela é uma Divergente. Coisa que ela não pode dizer a ninguém, nem mesmo para seus pais, pois poderia causar sua morte.
Totalmente assustada, Beatrice tem que fazer a escolha que irá mudar a sua vida. Tudo o que ela sabe, é que deve manter em segredo a sua divergência, mas na cerimônia acaba escolhendo a Audácia, a facção dos corajosos.

“Dividiram-se em cinco facções que procuravam erradicar essas qualidades que acreditavam ser responsáveis pela desordem no mundo.— Os que culpavam a agressividade formaram a Amizade.— Os que culpavam a ignorância se tornaram a Erudição.— Os que culpavam a duplicidade fundaram a Franqueza.— Os que culpavam o egoísmo geraram a Abnegação.— E os que culpavam a covardia se juntaram à Audácia.
— E os que correspondiam a vários requisitos eram chamados de “Divergentes”.


Depois dessa escolha, tudo muda. Mesmo indo para outra facção, para entrar nela verdadeiramente, ela acaba passando por vários testes medonhos.
Ao chegar na Audácia, seu nome passa a ser Tris Prior, mas acaba sendo apelidada por Quatro, como Careta.
Nada é fácil na Audácia, os teste para entrar são difíceis: lutas corpo a corpo com seus “amigos”, a competitividade entre os participantes são tão grandes, que muitas mortes acabam acontecendo e também tem os teste em suas mentes, e esses são os piores, pois acabam colocando a sua vida em risco, já que são esses testes, que acabam entregando sua divergência.
Além do suspense todo que envolve a divergência de Tris, o livro é repleto de ação: pessoas pulando de trens em movimento, pulando de prédios, escalando e saltando de tirolesa e é narrado pela Beatrice de uma forma tão envolvente, que em muitas vezes eu me senti na história, vivenciando cada momento.

“A paz é contida; Isso aqui é liberdade.”

O que é legal também, é que a história não fica só na Tris, tem seus personagens secundários que enchem a história, como: a Cristina, Will, All, Eric, Peter... Todos bem construídos e enchem mais ainda a história.
Além de todo o segredo da divergência de Tris, e alguns oponentes ficarem atormentando ela durante todos os testes, a Erudição começa a atacar a Abnegação, para que não exista mais essa facção, então é ai, que a grande "guerra" e adrenalina começa, deixando o livro mais deliciosamente envolvente.

O livro é narrado em primeira pessoa, a escrita da autora é sensacional, fácil de compreender e envolve a gente de uma forma tão grandiosa, que devoramos capitulo após capitulo.
E o que não falta, é claro, é a pitada de romance feita de uma forma linda e serena. Sem ser muito apelativo, o romance de Tris e Quatro – pessoa totalmente apaixonante – acontece aos poucos e cativa a gente a cada virada de página.

“O altruísmo e a coragem não são tão diferentes assim.”

Sem estender muito a resenha, o livro é adrenalina pura. Muitas escolhas, lutas, suspense, competitividade, mentiras, mortes, surpresas e um toque de romance. E o final? Tenho certeza que você vai ficar absurdamente louco pra ler a frequência. 
E se assistiu ao filme, leia. O filme ficou lindo, mas não tem os detalhes e a perfeição que é viajar nas páginas de Divergente.
Me apaixonei completamente, só me resta um tempinho pra continuar a sequência, rs!


Classificação:  




50 tons: Trailer Oficial!!!

Hey, meus amores!
Desculpe a demora, haha
Mais saiu o tão esperado trailer oficial do filme legendado, que será lançado nos cinemas em Fevereiro de 2015.
O trailer tem dois minutos e meio de deixar qualquer um ansiando por mais, mais e mais...
Enfim,  vamos lá!
Aqui está o trailer tão esperado... Eu só tenho uma palavra: Estonteante.




Parece que ficou bem fiel ao livro, não é mesmo?!
O que acharam?

Beijooos ;*

50 tons: Sai primeiro Sneak Peak de 50 Tons de Cinza!

Heeeeey, tenho novidades para os fãs de 50 tons!
Para nos deixar mais ansiosos ainda para a estreia do trailer (24 de Julho) e o lançamento do filme (2015), ontem (19), lançou um Sneak Peak de 16 segundos...
E nossa, foram os 16 segundos que me deixaram absurdamente LOUCA para ver o resultado!!
Não tem muita coisa, é uma espiadinha beeeeem minuscula...
Mas enfim,vejam, vejam:

E ai?!
Ficaram sem ar (eu estranhamente fiquei hahaha)
Que venha 2015 para podermos respirar aliviados, não é mesmo?!
Deixem um comentário dizendo o que acharam! *-*
Beeeijos  ;*

50 tons: Foi divulgada a data de lançamento do trailer!!

Hey, leitores!
Mais uma super-hiper-mega notícia para os fãs de Cinquenta Tons de Cinza: Nessa madrugada(09), E.L James twittou que o trailer será lançado dia 24 de Julho! Ou seja, daqui a 15 dias!!!
Ela não poderia me dar um presente melhor *-* hahahaha
Confiram o tuite:


"Segurem-se. Verão pela primeira vez o trailer de FSOG no dia 24 de Julho. Eu vi um pedaço e WOW! ‪#‎ONossoLemaÉAgradar‬"

E tem mais! O trailer de #FSOG será lançado no Today Show e apresentado por nada mais, nada menos do que Jamie Dornan, Dakota Johnson e E.L. James!
E o psicólogo, como fica?! Rs

Eu li os livros da série, mas não sou tãoooo obcecada pela história.  Mas, confesso que estou beeeem curiosa com o resultado, já que a E.L James disse que o filme não ficaria tão "pesado". Com certeza estarei no cinema pra conferir o resultado! (;
Enfim, vocês estão curiosos? Não vejo a hora de conferir o tão esperado trailer...

Beijoooos ;*




Resenha: "Queria Que Você Estivesse Aqui" - Francesc Miralles



Autor: Francesc Miralles
Editora: Record
Páginas: 256
Ano: 2010
SinopseEm QUERIA QUE VOCÊ ESTIVESSE AQUI, Daniel é um bem-sucedido arquiteto na insólita e misteriosa Barcelona. Além de morar na cidade ideal para os amantes da arte, ele vive um romance aparentemente perfeito. Mas no dia de seu aniversário de 30 anos, sua amada o abandona abruptamente. Em pleno naufrágio emocional, sua tábua de salvação é o CD de Eva Winter. Uma cantora quase desconhecida, que vive e atua em Paris. 

O mimo, presenteado por uma das poucas amigas que guarda da época da faculdade, logo se transforma em obsessão. Com o título Queria que você estivesse aqui, cada faixa parece descrever, nos mínimos detalhes, sua vida e suas emoções. Uma delas, ‘Flores na névoa’, tem como protagonista um jovem arquiteto que, depois de sofrer um desengano amoroso, cruza a fronteira em busca de uma misteriosa cantora.

Intrigado, Daniel toma uma decisão: sem avisar ninguém, parte para Paris em busca desta enigmática artista, que parece conhecê-lo melhor do que qualquer outra pessoa. Enquanto descobre a própria identidade — e talvez o amor de sua vida —, começa a suspeitar que a coincidência entre as letras e sua trajetória não tem nada de casual.




Queria Que Você Estivesse Aqui” me ganhou pela maravilhosa capa, preço (R$9,90 na Lojas Americanas), sinopse e claro, por citar Pink Floyd (Wish You Were Here, uma das minhas músicas preferidas da banda).

O protagonista da história se chama Daniel. Desde a infância, nunca teve sorte com as mulheres. Durante sua adolescência teve diversas desilusões amorosas até chegar em Desireé. Daniel se tornou um arquiteto que acabou de completar seus 30 anos, mas essa idade não chegou lhe trazendo boas notícias, sua namorada acaba o largando para ficar com seu “amigo”. Daniel acaba ficando totalmente depressivo.  
No meio de tanta depressão, Daniel acaba se apegando a um disco que sua melhor amiga, Marta lhe deu de presente de aniversário intitulado como: Queria Que Você Estivesse Aqui, da cantora Eva Winter.
Conforme escutava o disco, mais ficava intrigado, pois as letras eram totalmente detalhes de toda a sua vida. Cada faixa do disco tinha uma parte de sua infância, adolescência até a sua vida adulta.
Daniel acaba ficando obcecado pela tal cantora, que acaba indo até Paris – cidade onde a cantora mora – para descobrir o porquê de tanta coincidência.

 “De qualquer forma, havia muitas afinidades entre aquele disco e minha biografia. Não podia ficar de braços cruzados. Se Eva Winter era minha alma gêmea, queria investigar tudo o que fosse possível sobre ela.


Quando Daniel chega em Paris, eu imaginei que o mistério iria ficar em torno dessa procura pela Eva e que iria ser uma romance lindo e fofo, mas não. Ele acaba chegando na cidade, entra numa briga logo quando está no show da Eva, acaba sendo assaltado, fica sem dinheiro e acaba hospedado na cada da cantora. Sim, ele encontra a Eva, fica amigo dela, que para sua surpresa não é famosa, faz shows em barzinhos meia boca e mais, não canta tão bem como no disco...
Os dias em Paris, geram até algumas risadas com as situações que Daniel passa, mas o ponto todo da história está ligada em outra coisa: o livro O Jardim Secreto, que Daniel acaba encontrando em cima de uma mesa em um café parisiense. Nesse livro, no marca página, há um e-mail e Daniel passa a maior parte do livro – que não é muito longo – trocando e-mails com uma tal de Mary, que é o nome da personagem principal do livro que ele encontra.
Eles ficam marcando encontros para que o Daniel encontre ela no Jardim Secreto. Juro que fiquei muito intrigada para descobrir quem era essa tal Mary, mas o pior de tudo era o Daniel e as suas deduções de quem era a Mary.

O enredo todo da história em si, é super legal. Gostei das aventuras que Daniel passa na cidade Luz – mesmo o livro não sendo muito detalhado.
Gostei muito da personagem Eva Winter. Com certeza, minha personagem preferida na história, que foi crescendo a cada virada de página. Eu meio que gostei e não gostei do seu final.

Quando Eva terminou o tema com um lento acorde em fá, os presos a premiaram com uma ovação entusiasmada. Senti como as lágrimas lutavam para sair e não fiz nada para segurá-las.
Aquela foi a primeira vez que chorei ao ouvir Eva Rodrígues.”

O livro é narrado em primeira pessoa, a escrita do autor é fácil e muito rápida, talvez seja esse o ponto negativo do livro: os detalhes. Senti muita falta deles. Esse foi o principal motivo por eu não ter gostado do final do livro, a falta de informação, o fim oco. Ficou um ponto de interrogação beeeem grande com o fim do livro. Fiquei absurdamente indignada com o final e irritadíssima com o autor.
 “ – Gostaria muito de vê-lo.– E a mim que o visse – suspirou. – Queria que você estivesse aqui.”

Os momentos finais do livro foram surpreendentes, o mistério da garota dos e-mails e das letras das músicas foram revelados. E surpreendentemente se ligam em uma só pessoa.
O mistério foi bem criado e a revelação nem passou pela a minha cabeça, somente nos momentos finais mesmo.
O que posso dizer sobre o livro “Queria Que Você Estivesse Aqui” é, se você espera uma história de amor, não leia. Agora, se você gosta de drama e suspense com uma pitada minúscula – mais bem minúscula mesmo – de romance, esse livro é pra você.


Classificação:   





Divergente, Insurgente e Convergente - Veronica Roth em PDF



Sinopse: Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto.
A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é.
E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.

Download




Sinopse: Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama - e a própria vida – enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor. 

Download



Sinopse: A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditara um dia, desmoronou – destruída pela violência e por disputas de poder, marcada pela perda e pela traição. No poderoso desfecho da trilogia Divergente, de Veronica Roth, a jovem será posta diante de novos desafios e mais uma vez obrigada a fazer escolhas que exigem coragem, fidelidade, sacrifício e amor. Livro mais vendido pela Amazon no segmento infantojuvenil em 2013, Convergente chega ao Brasil em meio à expectativa pela estreia de Divergente nos cinemas, em abril. A série segue no topo na lista de bestsellers do The New York Times.

Download